Anta Gorda

Polícia poderá elucidar fatos no inquérito que apura o desaparecimento de Jacir Potrich

Perícias do local do crime, da coleta de material genético na casa do suspeito, da área de informática, de telefonia e recuperação de imagens estão sendo analisados pelo Instituto Geral de Perícias.

A Polícia Civil deverá concluir nos próximos dias e encaminhar ao Judiciário, o Inquérito que investiga o desaparecimento do bancário Jacir Potrich. A convicção dos investigadores continua sendo de que o vizinho seria o único responsável pelo desaparecimento do bancário.

A investigação que acumula mais de 300 páginas, está sob coordenação do delegado Márcio Marondin, que assumiu o caso, após o delegado Guilherme Pacífico ter assumido a Secretaria de Segurança Pública no Espírito Santo. Mesmo o corpo do gerente de banco não ter sido encontrado, o suspeito deverá ser indiciado por homicídio doloso qualificado com ocultação de cadáver.

As principais provas até o momento apresentadas pela polícia, são imagens de videomonitoramento do condomínio, mas a polícia também aguarda laudos do Instituto Geral de Perícias (IGP), que poderão ser essenciais para a investigação e que poderá trazer novos fatos ao inquérito, onde peritos trabalham na perícia do local do crime, coleta de material genético na casa do suspeito, da área de informática, de telefonia e a recuperação de imagens de um sistema de gravação que foram sobrepostas.

Jornal Noitiserra Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
Jornal Noitiserra Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
Latest Posts